O Que São Antioxidantes: Benefícios, Tipos e Fontes

Você já se perguntou o que são antioxidantes e não conseguiu ter a resposta? A chance é grande e essa é uma das questões mais comuns que acontecem. Por outro lado, a resposta não é complicada e será mostrada nesse texto.

A princípio, fazer um prato repleto de alimentos ricos em antioxidantes não é tarefa complicada e pode ser feita com muito mais facilidade. 

É importante apenas ter atenção e conhecer quais são os alimentos que permitem encontrar esse composto em maior quantidade.

Neste artigo, mostraremos todos os benefícios e a importância do consumo de antioxidantes para o bem estar e a saúde!

Quais são os benefícios dos antioxidantes?

Os antioxidantes são extremamente importantes no combate ao envelhecimento precoce. 

Pensando na estética, temos vários exemplos do papel de substâncias antioxidantes como,por exemplo, a revitalização da pele, cabelos, unhas mais fortes e estímulo da produção de colágeno no organismo.

Confira mais benefícios:

  • Os antioxidantes combatem e corrigem os sinais do envelhecimento:

Dá para prevenir a destruição do colágeno e promover uma ação corretiva. Assim, eles ajudam a evitar rugas e a flacidez da pele, mantendo-a sempre rejuvenescida. 

  • Antioxidantes potencializam a proteção contra os raios solares:

A proteção contra os raios UV é uma vantagem e tanto atualmente. Vale lembrar que deve não podemos deixar de usar um protetor solar adequado.

  • Os antioxidantes auxiliam a pele a se proteger contra os efeitos nocivos da poluição:
    Quando um antioxidante é usado, a essa barreira se potencializa e previne o envelhecimento precoce da própria pele.

Embora muitas pessoas não imaginem as vantagens que os antioxidantes trazem, a verdade é que a importância deve ser ressaltada. 

Quais são os tipos de antioxidantes e como eles agem no organismo?

Agora que você já sabe todos os benefícios das substâncias antioxidantes, confira seus tipos e sua atuação no nosso organismo:

Enzimáticos

Todo o sistema enzimático é formado por um conjunto de enzimas, em que a produção é realizada pelo organismo. Entretanto, a eficácia tende a diminuir com o passar dos anos e essa é uma das razões para acontecer o envelhecimento.

É muito importante manter a eficácia do segundo sistema de defesa, ou seja, o não-enzimático. Por essa razão, é que a ingestão de alimentos ricos em antioxidantes é sempre a alternativa mais eficaz.

Não enzimáticos

É composto por grupos de substâncias, por exemplo: vegetais, sais minerais e também vitaminas.

Conforme citado anteriormente, o objetivo é dar suporte ao sistema enzimático e seu consumo pode trazer gerar impactos muito positivos na saúde e no bom funcionamento do nosso organismo.

Afinal, o que são os antioxidantes?

Os antioxidantes são considerados substâncias que têm a capacidade de proteger as células contra os efeitos dos radicais livres, ou seja, eles atuam como protetores das células sadias do nosso organismo, contra a oxidação dos radicais livres.

E, para auxiliar nosso sistema protetor, é recomendado a ingestão de alimentos com alta concentração de substâncias antioxidantes, como por exemplo o cacau.

As substâncias encontradas no cacau são capazes de atuar como inibidoras de inflamação aguda, aumento de ascorbato (vitamina C), diminuição de ferro não-heme e aumento da resistência de LDL – colesterol á oxidação.

Os antioxidantes podem favorecer o aumento da imunidade e prevenir doenças. Confira a seguir as patologias que podem ser prevenidas:

  • Alzheimer;
  • Artrite reumatoide; 
  • Câncer; 
  • Doenças cardiovasculares e também ao envelhecimento. 

O mais interessante é saber que conseguimos encontrar em muitos alimentos essas propriedades e você provavelmente já os consome em seu dia a dia.

Confira abaixo algumas substâncias antioxidantes e os alimentos em que podemos encontrá-las:

  • Vitamina A – Espinafre, fígado e manga;
  • Vitamina C – Laranja, acerola, limão e caju;
  • Vitamina E – Abacate, azeite de oliva e nozes;
  • Catequina – Pó de Guaraná, chá verde e cacau
  • Flanonóide – Brócolis, uva e linhaça
  • Isoflanova – Soja, tofu e brotos de alfafa
  • Licopeno – Melancia, tomate e pitanga;
  • Selênio – Castanha-do-Pará, semente de chia e Feijão;
  • Zinco – Ostras, amêndoas e castanha-de-caju.

Certamente deu para ver que não é complicado incluir esses alimentos na sua alimentação. Entretanto, é importante provar e descobrir os que estarão de acordo com o seu paladar, evitando desperdícios. 

Conheça nossa linha de produtos antioxidantes: ChásSnacks e Chocolates!

Quais são as principais fontes de antioxidantes?

Pode parecer até impossível encontrar antioxidantes em uma gama de alimentos maiores, não é mesmo? Todavia, é muito mais simples do que você pensa, confira melhor a seguir:

  • Açafrão (ou cúrcuma);
  • Aveia;
  • Azeite de oliva;
  • Chá de cavalinha, dente-de-leão e centelha asiática;
  • Frutas cítricas;
  • Frutas vermelhas – morango e framboesa, por exemplo;
  • Linhaça;
  • Mamão e abacaxi;
  • Melão;
  • Óleo de gergelim;
  • Peixes salmão, sardinha, atum e arenque;
  • Pepino;
  • Sálvia;
  • Semente de abóbora;
  • Suco de uva integral.

Mitos e verdades sobre antioxidantes

Para finalizar o entendimento sobre o que são antioxidantes, é importante conhecer alguns mitos e verdades. Nesse ínterim, o objetivo é fazer com que a ingestão seja feita de forma embasada, veja melhor abaixo:

Quanto mais antioxidante, melhor

Trata-se de um grande mito e os antigos já diziam “o equilíbrio é a chave para uma vida feliz”. Bem como, vale destacar que os antioxidantes em excesso podem causar problemas e por isso é bom equilibrar.

Devemos aumentar a ingestão de frutas e verduras

Verdade, porque a maioria dos antioxidantes são encontradas nesses alimentos, são as principais fontes naturais dessas substâncias.

Antioxidantes curam doenças

Mito, um relatório de Harvard, mostrou que existe um elo entre o excesso de radicais livres e o aparecimento de algumas doenças crônicas, como por exemplo, males cardiovasculares e o próprio câncer.

Todo antioxidante é igual

Mais um mito, afinal cada um atua para um determinado fim.

Existem ingredientes pró-oxidantes

Primeiramente, é importante entender que essa é uma verdade e o processo de oxidação é comum. É por meio disso que os radicais livres são formados e, até mesmo respirar gera uma grande quantidade dessas partículas.

Alimentos perdem antioxidantes quando cozidos

Verdade, mas a quantidade de antioxidantes e nutrientes perdidos durante o processo de cocção depende muito do tipo de alimento e também da técnica utilizada (fervura, micro-ondas, fritura ou o vapor).

Aproveite os produtos 4Well ricos em antioxidantes!

Conclusão

Por fim, mas não menos importante, conclui-se que os antioxidantes protegem as células contra a ação dos radicais livres. Sob o mesmo ponto de vista, também ajudam a rejuvenescer e previnem a chance do aparecimento de várias doenças.

Entender o que são os antioxidantes foi mais simples do que você imaginava, não é mesmo? 

Além disso, você conseguiu obter sugestões de alimentos para serem consumidos e esclareceu dúvidas sobre os mitos e verdades que envolvem o tema. 

Que tal continuar aprendendo? Confira nossos outros artigos que podem te ajudar a criar hábitos mais saudáveis e manter uma alimentação mais nutritiva:

Obrigado por ler até aqui e até a próxima!